Basket
855 908 4010
 
 
 

Suporte Emocional Animais

 Por wai em 19 out 2013 |
2 Comentário (s)
Isso pode ser notícia para você, mas aparentemente existem algumas leis nos livros que dizem que qualquer animal com um colete é legalmente classificada como um animal de apoio emocional (ESA), e estes são legalmente obrigados a acompanhar seus proprietários em qualquer lugar que eles possam desejar ir. Além disso, ninguém é realmente permitido a questionar significativamente o proprietário do animal de companhia devido ao Americans with Disabilities Act (ADA) de 1990. Como você pode imaginar, isso causou um pouco de fedor, e não apenas de um cão molhado saindo Da chuva.

Há dois problemas principais com esta lei como está. Um deles é a natureza ambígua do texto da lei. Devido a esta ambiguidade, os empresários só podem fazer 2 perguntas sobre o animal: "É um animal de serviço?" E "O que é treinado para fazer?" No entanto, o proprietário do animal não é obrigado a oferecer qualquer prova juntamente com Suas respostas. O verdadeiro kicker? O proprietário do negócio arrisca a ação legal se não aceitam inquestionavelmente o animal do "serviço". Esse é o verdadeiro problema com uma ESA, eles não precisam de nenhum treinamento especial para oferecer-lhe apoio emocional, poderia ser um novo gatinho da loja. Se você é um empresário olhando para evitar um processo, você simplesmente tem que tomar a palavra do proprietário para ele. 

O segundo problema com a lei é que, (previsivelmente) foi abusado em grande escala. As pessoas podem pegar cobras, aranha, cavalos em miniatura, cães, gatos e o que você tem em um lugar público e alegar que esses animais lhes oferecem apoio emocional para um distúrbio mental indefinido, que dada a insanidade de trazer um Boa Constrictor em um burger king , Pode realmente ser verdade em alguns casos. No entanto, sem carga de prova, e de fato nenhum órgão regulador, a porta está aberta para o abuso generalizado.

Infelizmente, por causa da falta de regulamentação e tolice absoluta desses casos, está tornando a vida mais difícil para as pessoas com necessidades legítimas de animais de serviço. As pessoas com agorafobia grave, por exemplo, enfrentam estresse maciço e ataques de pânico ao deixar seus domicílios. Estudos têm demonstrado que os animais de apoio emocional, caninos particularmente bem treinados, pode ter um efeito calmante em seus proprietários em muitos casos, permitindo-lhes funcionar normalmente, apesar de sua doença mental.
Então, basicamente, algumas maçãs ruins estão arruinando uma coisa boa para pessoas com doenças legítimas. Ter um animal no pé pode significar que você não é permitido em uma área que serve ou vende comida, mas isso é por uma razão muito boa. As normas de saúde pública e segurança aparentemente exigem que os alimentos que comemos devem ser separados dos nossos amigos peludos com base em vários fatores bastante óbvios:
  1. Os animais não se importam realmente onde ou quando usam o local de repouso, especialmente se não treinados
  2. Animais vão pisar indiscriminadamente em sua própria matéria fecal ou urina
  3. Os animais podem transportar parasitas, insetos, e todos os tipos de bobagens sem sentido.
  4. Muitos animais fedor, e não é divertido para comer frango parmesão ao lado deles.
Você acha que um monte de isso é senso comum, mas empurrões serão idiotas. Assim, aumentando a necessidade dos seres humanos para buscar apoio emocional dos animais, e renovar o ciclo interminável de comportamento estúpido e problemas desnecessários.
 
 

Comentários)2

Jana Thomas - Comment
Jana Thomas22 Out 2013Reply
Na verdade, os animais da ESA só têm direitos de acesso no transporte e em situações de habitação. A ESA NÃO tem direitos de acesso público, apenas os CÃES DE SERVIÇO têm acesso público, e os Cavalos de miniatura de acesso têm direitos de acesso. Nenhum outro tipo de animal tem direitos de acesso público. O problema é todos os FAKERS usando a lei e sabendo que as empresas têm medo de questionar alguém com o colete ou ID por medo de uma ação judicial. No entanto, eles iriam ganhar o processo se é apenas um animal ESA como a lei ADA especifica a diferença entre um ESA e um animal de serviço. Sendo eu mesmo incapacitado, é muito frustrante ver todos esses fakes aproveitando isso. É fácil detectar um cão de serviço REAL, por exemplo, eles são bem comportados e não são alimentados a partir de mesas em restaurantes. A maioria dos animais de serviço tornam-se "invisíveis" e você nem percebe que eles estão lá.
Debra - Comment
Debra22 Out 2013Reply
Concordo plenamente que algumas pessoas abusam dessa lei. Ele precisa ter grande revisão feita. Nomeadamente donos de animais devem ter que provar que seu animal de companhia é um animal de serviço e foi treinado assim. Sim, haverá aqueles que tentam falsificar a documentação, mas se os animais de serviço são registrados com um número de telefone que pode ser chamado imediatamente para verificar as provas do proprietário / documentação, isso pode evitar provas falsas. Proprietários de lojas / gerentes, gerentes de restaurante, etc seriam enviados adesivos para colocar por registros, etc, com um número de telefone nacional e talvez até mesmo um site para verificar a alegação de um cliente que seu animal de estimação é um animal de serviço treinado. Documentos do proprietário incluem um número de registro e código de identidade ou nome para dar atendimento automático ou site web.

Participe da conversa

* Por favor, insira seu nome.
O endereço de e-mail não será publicado
Por favor insira um endereço de e-mail válido.
* Por favor, digite seu comentário.
Image Verification
'Introduza o código de segurança.
Ligue para nós - 855 908 4010
Placeholder
 
 

Pesquisar arquivos de blog


Ultimas atualizações


Tag Cloud


Arquivos do Blog


Assine o RSS

Inscrever-se no feed RSS

 
 
Loja com confiança
  • Garantia de Preço Baixo
  • Frete grátis e rápido
  • Melhor Atendimento ao Cliente
 
Pet Bucket Ltd is a UK registered company | Company no: 08345021 | BTC Bessemer Drive Stevenage | SG1 2DX UK Tradução e Localização by Localizador